Maintenance Notice: Marketing Materials will be unavailable on April 10th, 2015 from 07:00 AM CDT til 10:00 AM CDT due to server maintenance.
Enabling today.
Inspiring tomorrow.

 Os Jogos que Impulsionam os eSports e o que Você Precisa Saber Sobre Eles

​​Os eSports são compostos por várias disciplinas, incluindo luta, esportes e jogos de cartas colecionáveis on-line, mas o cenário competitivo de maior crescimento é claramente dominado pelos jogos de Tiro em Primeira Pessoa baseado em Equipe (FPS) e de Arena de Batalha Multiplayer On-line (MOBA). Vamos dar uma conferida nos dois jogos mais populares em cada uma dessas disciplinas. 

​Counter-Strike®: Global Offensive (CS:GO) Desenvolvedor: Valve

Counter-Strike: O Global Offensive é um jogo de tiro baseado em equipe com armas modernas. Equipes de cinco versus cinco se enfrentam em uma série de rodadas, de maneira semelhante aos esportes tradicionais. Há dois terrenos em cada mapa do jogo, indicados como A e B. A equipe de ataque, os "Terroristas", planejam a implantação de uma bomba em um dos terrenos, o qual será defendido por eles até que a contagem da bomba indique a vitória. A equipe de defesa, os "Contra Terroristas", investiga, inicialmente, os dois terrenos e tenta evitar que a bomba seja implantada dentro de um tempo limite de jogo. Ambos os lados também podem vencer a rodada eliminando o inimigo.

Olhando para a história da franquia, o Counter-Strike está no mercado desde 1999. Apresentou várias versões e recebeu uma primeira mudança de visual em 2004. Essa mudança resultou no Counter-Strike®: Source (que foi lançado quase ao mesmo tempo que o Counter-Strike®: Condition Zero… um jogo mais focado no tradicional jogador individual do que os eSports). Counter-Strike: Source é a versão revigorada e atualizada do título original Counter-Strike, criado com base no motor de jogos mais recente (naquele momento) do desenvolvedor Valve, também chamado devidamente de Source; o mesmo motor que impulsionou jogos como o Half Life 2. Counter-Strike: Source dominou o espaço de jogos de tiro on-line durante 8 anos, um tempo enorme em um cenário de mudanças constantes como o de jogos on-line. Em 2012, foi lançada uma versão atualizada do jogo, conhecida como Counter-Strike: Global Offensive. Foi necessário algum tempo para que o Global Offensive fosse realmente aceito no cenário de eSports, já que muitos tentaram se agarrar ao antecessor (e sem dúvida a melhor versão), que foi aperfeiçoado ao longo de muitos anos. Como resultado, a série Counter-Strike começou a ter menos tempo disponível nos eventos, já que as comunidades estavam divididas; porém, depois do desenvolvimento significativo pela Valve, as equipes e os jogadores do CS começaram a aceitar o jogo, assim como os organizadores dos eventos. 

Counter-Strike: Global Offensive é, agora, o maior jogo de tiro do Mundocom milhões de jogadores se conectando todos os dias. O jogo também tem um público enorme on-line que acompanha as competições das equipes profissionais nas ligas acolhidas por vários organizadores, incluindo ESL, Dreamhack e MLG. A próxima etapa será uma liga televisionada, organizada pela Turner, que ajudará a colocar este ano o Counter-Strike: Global Offensive na posição de líder e​ntre os jogos de tiro baseados em equipe. 

League of Legends® (LoL) Desenvolvedor: Riot Games

O League of Legends faz parte do gênero cada vez maior chamado de "Arena de Batalha Multiplayer On-line" ou MOBA (Multiplayer Online Battle Arena). Ele apresenta duas equipes com três ou cinco jogadores que se enfrentam na arena. Cada jogador seleciona um personagem "campeão" exclusivo com determinada função e habilidade definida dentro do jogo. O jogador, então, eleva o nível do personagem, permitindo que a equipe obtenha acesso a capacidades adicionais e também compre itens que irão melhorar os personagens campeões individuais para alcançar o objetivo final: destruir o núcleo principal da base da equipe adversária.
Diferentemente do Counter-Strike, o League of Legends não é jogado em várias rodadas, e é comparado mais propriamente a um esporte, como o futebol americano, onde uma luta e troca de poderes gradual no campo de batalha resultam, eventualmente, em uma ação final, com a derrota da linha final do oponente, a "base". 

Em relação a sua história, o League of Legends foi lançado em 2009 como um jogo free-to-play (gratuito), com a opção de microtransações. O LoL, como é comumente conhecido, foi visto como o principal concorrente do Defence of the Ancients (DOTA), que ainda existe com alta popularidade. O desenvolvedor Riot Games é tanto editor quanto desenvolvedor, o que facilita o desenvolvimento da franquia, com novos modos, novos campeões e novos itens. O benefício disso é que mantém o jogo atualizado para jogadores novos e antigos. 

A Riot Games também é o órgão diretivo quando falamos de torneios e ligas do LoL. Isso inclui a Championship Series, que teve início em 2013 e realiza várias ligas na Europa, América do Norte, América Latina, China, Coreia, Oceania, CIS e outros. As equipes profissionais competem nessas ligas durante todo o ano, tentando chegar ao Campeonato Mundial. 

Qual a importância do LoL? Na América do Norte, os Serviços de Cidadania e Imigração reconheceram os jogadores do League of Legends como atletas profissionais, fornecendo acesso a vistos especializados e facilitando a chegada de jogadores estrangeiros aos torneios realizados.

Obviamente, a virada do ano significa uma nova temporada da Championship Series e um teste essencial para a Riot Games, indicando se é possível superar a audiência do Campeonato Mundial de 2015. As estatísticas gerais para 2015 mostram 360 milhões de horas de observação do Campeonato Mundial, 334 milhões de impressões únicas e uma audiência simultânea média de 4,2 milhões de pessoas2.

Qual é o significado de títulos como Counter Strike e League of Legends para seus negócios e por que deve voltar a sua atenção a eles? Com uma comunidade tão enorme e ativa, esses títulos, sem dúvida alguma, deram forma ao cenário de jogos tanto na esfera competitiva quanto na esfera de clientes. Seu crescimento tem uma única base: uma fórmula de jogabilidade simples, porém eficaz. Fáceis de aprender, mas difíceis de serem dominados, eles são voltados totalmente ao mercado do espectador, onde milhares observam as competições para aprender táticas avançadas e apoiar suas equipes e personalidades favoritas. Mais de 134 milhões de pessoas acompanharam os eventos de eSports em 20153. As oportunidades de negócio existem não somente no hardware onde os jogos são rodados, mas também na cultura envolvida, com transmissões on-line, influenciadores de mídia social e eventos competitivos, todos buscando parcerias corporativas.​
NOTAS DE RODAPÉ: