Confira de perto a inovadora tecnologia LiquidVR™ da AMD

​A realidade virtual está moldando o futuro da tecnologia. Para isso, o Chefe de Realidade Virtual e Marketing de Software da AMD, Sasa Marinkovic, explica porque a AMD é uma empresa líder neste novo segmento.​

VR ou Realidade Virtual é um termo ou tecnologia que as pessoas conhecem ou vão conhecer, à medida que essa indústria começa a fazer sucesso. Como é que a AMD é líder no ecossistema geral de VR?

A realidade virtual está prestes a transformar o mundo tal como o conhecemos. Por exemplo, com a tecnologia de VR, as pessoas poderão andar, parar, retroceder e ver eventos históricos de diferentes pontos de vista. Cada detalhe pode ser bem estudado e reproduzido. O espectador se torna parte do enredo, vive os personagens e pode ajudá-lo a ter uma experiência visceral em relação a notícias e documentários para que consiga sentir o que é realmente estar naquele lugar. A tecnologia pode nos permitir colocar em sentido figurado, no lugar do outro, levando a uma maior compreensão e empatia. A tecnologia inovadora LiquidVR™ da AMD possibilita experiências de VR imersivas e maravilhosamente ricas, simplificando e otimizando a criação de conteúdo de VR, disponibilizando muitos recursos de hardware AMD originais, criados para funcionar perfeitamente com headsets de realidade virtual. A AMD oferece uma grande experiência de VR que requer o processamento de gráficos muito rápido, alta resolução de imagem, baixa latência e grande qualidade visual, ao mesmo tempo que praticamente elimina atrasos no tempo de processamento, desacertos de frames nos gráficos ou resposta lenta a eventos ou estímulos dentro do mundo virtual.

Desenvolvemos essa tecnologia para o cliente e para o desenvolvedor. A AMD está disponibilizando esses recursos potentes aos criadores de conteúdo de VR que, por sua vez, desenvolverão conteúdos impressionantes com fidelidade visual surpreendente, a fim de proporcionar a melhor experiência possível de realidade virtual em GPUs, APUs e CPUs da AMD. Com a GPU Radeon™ VR Ready Premium, a experiência de VR se torna verdadeiramente real para o usuário.

Para a comunidade de desenvolvedores, estamos capacitando os programadores para que eles possam fornecer conteúdos incríveis, compatibilidade e usabilidade avançada. Por exemplo, a primeira incursão de jogo de VR​ da Crytek, Back to the Dinosaur Island 2, foi um grande empreendimento que tinha como objetivo recriar a Terra pré-histórica, repleta de dinossauros, vegetação e terrenos, e fazer com que os jogares imergissem totalmente nesse mundo do passado.

Para os usuários finais, também lançamos um novo logotipo da Radeon™ VR Ready Premium para permitir que nossos parceiros ajudem a tornar as decisões de compra mais fáceis. As GPUs Radeon VR Ready Premium incluem as GPUs das séries Radeon™ R9 Fury, Radeon™ R9 Nano e Radeon™ R9 390.

Qual é a vantagem da AMD sobre os outros concorrentes no mercado gráfico de VR?

Temos três grandes vantagens: hardware, software e conteúdo/parcerias.

A Graphics Core Next tem uma grande vantagem com o suporte de shaders assíncronos para o DirectX® 12. Esses shaders ajudam a reduzir a latência que surge quando a imagem do head-mounted display (HDM) não está em sincronia com o movimento da cabeça. Diminuir a latência pode fazer toda a diferença entre ter uma experiência boa ou má de VR.

Além disso, a tecnologia Affinity Multi GPU (que faz parte do LiquidVR) da AMD pode ser bem ajustada com a VR. Em uma configuração de duas GPUs, uma GPU pode ser atribuída para cada olho, aumentando a sensação de "presença", que você está realmente no ambiente de VR.

Em segundo lugar, acreditamos em tornar o software acessível e construir um forte relacionamento com os desenvolvedores. Isso é o que nos diferencia da concorrência. A GPUOpen é uma iniciativa da AMD concebida para permitir que os desenvolvedores criem jogos de PC inovadores, imagens geradas por computador e aplicações de computação GPU, a fim de obter um excelente desempenho e experiências reais por meio da utilização de software e ferramentas de desenvolvimento abertas e sem custo. Acesse GPUopen.com para ver em que estamos trabalhando.

Por fim, nos envolvemos com empresas líderes do setor, como a The Associated Press, Crytek, General Electric, The Smithsonian, Microsoft, Rebellion, entre outras, para aprimorar o ecossistema de VR. As GPUs Radeon™ estão se tornando fundamentais para a experiência de desenvolvimento e apreciação de grandes conteúdos.

É possível ampliar a relação entre DX12, Shaders Assíncronos e LiquidVR?

Vamos recuar para entender por que a VR exige tanto da sua GPU. Um jogo que funciona a 1080p (resolução da maior parte das TVs HD) precisa de ter entre 30 a 60 fps para apresentar uma boa aparência num jogo normal. Em VR, você precisará dobrar esses números, um para cada olho. Portanto, pretende-se 2x 1080p e, pelo menos, 90 fps para minimizar problemas de latência.

O DX12 é uma API extremamente eficiente que reduz a latência e permite que os desenvolvedores tirem proveito dos nossos Shaders Assíncronos e operações simultâneas. Permite, por exemplo, processar efeitos especiais no motor de computação e produzir imagens no motor gráfico ao mesmo tempo. Quando os efeitos visuais ou outras operações são executados simultaneamente ou em paralelo (em vez de um após o outro), a chance de haver latência é menor.

De certo modo, a VR é similar a outra tendência tecnológica recente: o 3D. Precisa de um hardware específico e, para jogos, requer um headset e computador moderno. O que vai fazer com que a VR não percorra o mesmo caminho do 3D, que teve problemas com a adoção do público?

Hoje em dia é frequente ouvir-se uma nova história sobre como os investimentos foram feitos na indústria e como centenas de desenvolvedores estão trabalhando em projetos de VR. E vai além de apenas filmes ou jogos. A VR foi inserida em áreas como medicina, educação e design. Esse apelo às massas é o que ajudará essa tecnologia a superar as barreiras que prejudicaram o 3D.

Por fim, você teve alguma experiência de destaque com a tecnologia de VR que gostaria de compartilhar?

Tive ótimas experiências com muitos fornecedores de HDM e tipos de conteúdo que vão desde jogos à educação. Recentemente, a AMD consultou a Smithsonian sobre a produção de uma experiência em VR que mostra detalhes do primeiro voo dos Irmãos Wright. Nós também estamos vendo os pesquisadores médicos obterem conhecimento sobre a fisicalidade do cérebro humano. Com modelos digitais e interativos que permitem que você olhe ao seu redor e faça interações, as pesquisas podem tomar novos rumos, abrindo novas possibilidades e melhorando o nosso mundo.​

NOTAS DE RODAPÉ: