A placa de vídeo AMD Radeon™ RX 460 já está aqui

​Descubra como ela entra na cena dos eSports que movimenta US$ 600 milhões​

Os eSports cresceram exponencialmente nos últimos anos. Os jogos interativos mais populares são o Counter-Strike: Global Offensive, DOTA2 e o League of Legends, com prêmios que chegam a centenas de milhares de dólares e, em alguns poucos casos, a milhões. É um cenário que está preparado para crescer ainda mais de 2016, principalmente com o lançamento das placas de vídeo econômicas projetadas para os jogos interativos, sendo que a nova Radeon™ RX 460 é o principal exemplo. Descubra por que essa nova placa da AMD tem um posicionamento ideal para o crescimento dessa nova era dos jogos digitais de competição.

A GPU Radeon RX 460 – otimizada para jogos online

​​Radeon RX 460Com o AMD Freesync™ e as otimizações de latência do Radeon Settings, a placa de vídeo Radeon RX 460 é a solução ideal para o League of Legends, CS:GO e DOTA 2.1 Ela inclui o recurso de codificação e decodificação HEVC em full ultraHD. Com um novo bloco multimídia, os gamers podem reproduzir os jogos por stream e gravá-los sem comprometer o desempenho. Combine esse hardware com o Radeon Software e os clientes terão a plataforma ideal para editar, gravar e compartilhar os grandes destaques e o jogo com o mundo todo. 

A placa de vídeo Radeon RX 460 praticamente elimina o ruído do ventilador com recursos para jogos silenciosos. Todas as placas de vídeo com a Polaris adaptam a temperatura de maneira inteligente para desligar totalmente os ventiladores durante as cargas de trabalho de jogos leves ou ociosas. A placa de vídeo Radeon RX 460 está otimizada para a tecnologia FinFET 14, que traz novos níveis de desempenho e reduz as exigências de consumo de energia do sistema.

A Radeon RX 460 é a placa de vídeo ideal para os jogadores dos eSports com qualquer tipo de orçamento, e à medida que esse setor cresce pode abrir portas para todos os que quiserem participar dos jogos interativos.

Como os eSports conseguiram essas avaliações e atenção tão altas? 

À medida que cada vez mais pessoas se envolvem no mundo dos eSports, a atenção, o dinheiro e a influência em torno à franquia continuam crescendo. Ainda é cedo para dizer, mas vai ser interessante ver como os eSports se desenvolvem na próxima década e no futuro, principalmente com a nova arquitetura Polaris de GPU da AMD, com a potência e acessibilidade que ela dá à cena.

A relação de potência/preço da GPU Radeon RX 460 é incrível, o que permite aos jogadores que querem entrar nos eSports e jogadores em geral otimizarem o orçamento com um desempenho gráfico potente, a um custo que representa apenas uma fração dos sistemas convencionais. A GPU Radeon RX 460 permite aos gamers jogarem com configurações avançadas, proporcionando a potência para reproduzir esses jogos por stream a milhares de jogares por sites como o Twitch.tv.

A AMD está disponibilizando a cada vez mais jogadores a potência para jogar os jogos interativos à medida que eles continuam crescendo.

Dois aspectos dos eSports: a capacidade de jogar e de assistir a times profissionais competindo 

Além do crescimento dos jogos online, assistir às competições de eSports também está se tornando cada vez mais popular. Ano passado, o SuperData estimou que havia mais de 134 milhões de espectadores assistindo às competições de eSports em todo o mundo, e que esse número está crescendo rapidamente. Embora os jogos competitivos já circulam há décadas, desde a época do Pong do Atari, a pergunta é: como aconteceu a mudança dos jogos de competição informal às equipes profissionais respaldadas por grandes corporações?

Com os serviços de streaming online, como o Twitch.tv, sendo desenvolvidos e disponibilizados a pessoas do mundo todo nos últimos cinco anos, é mais fácil do que nunca assistir a pessoas jogando vídeo games, especialmente em um ambiente de competição.

A Coreia do Sul é considerada o berço dos eSports​, e o crescimento que alcançado por lá pode ser atribuído ao forte desenvolvimento das redes de internet de banda larga combinado com as altas taxas de desemprego no país no começo dos anos 2000 para frente. 

Outros sinais do crescimento dos eSports podem ser encontrados observando o mundo todo nos últimos 10 anos. Por exemplo, as inúmeras equipes competitivas que participam de jogos de vários jogadores como o Counter-Strike e que fizeram esforços significativos para desenvolver e padronizar os eSports. Outro exemplo perfeito disso pode ser visto na formação da federação de times do G7 em 2006​, criada por sete equipes destacadas do Counter-Strike que esperavam que o fenômeno dos esportes interativos se afincasse culturalmente e fomentou a que fosse levado a série como um esporte de competição.

A expansão da internet de alta velocidade e os avanços tecnológicos, como a computação e o processamento gráfico, também cumpriram seu papel. Ao analisar o cenário dos eSports, é fácil ver muitas equipes com patrocínios corporativos do setor de tecnologias que veem os esportes interativos como uma forma fantástica de demonstrar a potência de seu hardware. A AMD é uma dessas empresas, cujo foco mistura os eSports e seu hardware.​ Essa tendência provavelmente continuará com o próximo lançamento de GPUs como a placa de vídeo Radeon RX 460, que quer deixar os jogos competitivos ao alcance dos jogadores com orçamento mais baixo.​

A injeção de patrocínios corporativos no cenário dos eSports fez com que esses jogos fossem levados muito mais a sério do que nunca. 

Estima-se que os eSports terão um valor de mais de US$ 600 milhões em 2016

Como o público dos esportes interativos cresce cada vez mais, empresas como a AMD querem continuar a apoiar esse setor, buscando cumprir dois objetivos: ajudar a aumentar a conscientização do cliente destacando suas marcas, e fomentar o desenvolvimento de torneios de competição de vídeo games, nos quais as tecnologias da AMD já são uma escolha popular.

Também existem empresas de publicidade e proprietários de marcas que querem fazer parte da ação e exibir seus produtos ao grande público que o palco dos eSports proporciona.

Além do elemento corporativo, também estão as receitas derivadas das vendas de ingressos e merchandising, obtidas em eventos de alto perfil. Ano passado, foram gastos US$ 11 milhões em merchandising apenas da América do Norte.

Com a Radeon RX 460, uma GPU de baixo custo e alto desempenho, a AMD quer fazer com que os esportes interativos sejam uma oportunidade universal, dando potência a todos os últimos jogos de eSports, como o Counter-Strike: Global Offensive, League of Legends, Hearthstone e muitos mais.

Fontes:​

http://www.esportsearnings.com/games/231-dota-2​
https://www.superdataresearch.com/blog/esports-brief/​
http://www.forbes.com/sites/davidewalt/2013/11/13/the-espn-of-video-games/#4e5d464737aa​
http://www.nytimes.com/2014/10/20/technology/league-of-legends-south-korea-epicenter-esports.html?_r=1​
http://www.fnatic.com/content/1155​​

Links relacionados​

Baixe a ferramenta de vendas e materiais de marketing sobre​ Radeon™ Série RX 400
Exibir o webinar​ Encontro com os Especialistas sobre Radeon™ Série RX 400​
​​Ver capacitação sobre placas gráficas Radeon™​

Leia mais
NOTAS DE RODAPÉ: